Publicado por: Filomena Barata | Março 3, 2011

As Línguas de Angola

Publicado por Olga Sofia Beirão
  • Línguas de Angola – Grupos étnicos e línguas nacionais

    O português é a língua oficial de Angola, mas o país conta com cerca de duas dezenas de línguas nacionais, das quais seis com maior expressão: quicongo (ou kikongo), quimbundo (ou kimbundu), chocué (ou tchokwe), umbundo, mbunda e cuanhama (kwanyama ou oxikwanyama).

    A esmagadora maioria dos angolanos – perto de 90% – é de origem bantu.
    O principal grupo étnico bantu é o dos ovimbundo que se concentra no centro-sul de Angola e se expressa tradicionalmente em umbundo, a língua nacional com maior número de falantes em Angola.
    Por seu lado, os ombundo, falando quimbundo (ou kimbundu), a segunda língua nacional com mais falantes, estabelecem-se maioritariamente na zona centro-norte, no eixo Luanda-Malanje e no Quanza-Sul. O quimbundo é uma língua com grande relevância, por ser a língua tradicional da capital e do antigo reino dos N’gola. Legou muitas palavras à língua portuguesa e importou desta, também, muitos vocábulos.
    No norte (Uíge e Zaire) concentram-se os bacongos de língua quicongo (ou kikongo) que tem diversos dialectos. Era a língua do antigo Reino do Congo.
    Os quiocos Tchokwe) ocupam o leste, desde a Lunda Norte ao Moxico, e expressam-se tradicionalmente em chocué (ou Tchokwe), língua que se tem vindo a sobrepor a outras da zona leste do país.
    Cuanhama (kwanyama ou oxikwanyama), nhaneca (ou nyaneka) e mbunda são outras línguas de origem bantu faladas em Angola.
    O sul de Angola é também habitado por bosquímanos, povos não bantus que falam línguas do grupo khoisan.
    Por último, cerca de 3/4% da população actual é branca (maioritariamente de origem portuguesa) ou mestiça, população que concentra-se primariamente nas cidades e tem o português por língua materna. De referir, ainda, a existência ainda de um número considerável de falantes das línguas francesa e lingala, explicada pelas migrações relacionadas com o período da luta de libertação e pelas afinidades com as vizinhas República do Congo e República Democrática do Congo.

  • Línguas de Angola

    Oficial: Português

    Nacionais: Côkwe • Kikongo • Kimbundu • Umbundu

    Nativas: Bolo • Diriku • Holu • Khwe • Kilari • Kisikongo • Kung-Ekoka • Kwadi • Kwangali • Lingala • Lucazi • Luimbi • Lunda • Luvale • Luyana • Maligo • Mashi • Mbangala • Mbukushu • Mbunda • Mbwela • Ndombe • Ndonga • Ngandyera • Nkangala • Nkumbi • Nyaneka • Nyemba • Nyengo • !O!ung • Oshiwambo • Ruund • Sama • Songo • Yaka • Yauma • Yombe • Zemba

    Dialetos: [Côkwe] Minungo, Ulanda, Ukhongo • [Holu] Yeci • [Khwe] Buma-Kxoe • [Kikongo] Kongo do Sul, Kongo do Sudoeste, Kongo do Oeste (Ibinda, Fiote, Fioti), Ndingi, Mboka, Kisikongo, Kizombo, Kindibu, Kimanyanga, Kiwoyo de Cabinda, Kiyombe de Cabinda • [Kimbundu] Njinga (Ginga, Jinga), Mbamba (Kimbamba, Bambeiro), Mbaka (Ambaquista), Ngola • [Português] Benguelense, Huambense, Luandense, Sulista • [Kwadi] Zorotua (Vasorontu) • [Kwangali] Sambyu (Shisambyu, Sambiu, Sambio) • [Lucazi] Ngangela • [Luyana] Kwandi, Mbowe (Esimbowe), Mdundulu (Ndundulu, Imilangu), Mishulundu • [Mashi] Kwandu do Norte, Kwandu do Sul • [Mbangala] Mbangala, Yongo • [Ngandyera] Kwambi • [Nkumbi] Nkumbi-mulondo • [Nyaneka] Humbe, Mwila (Olumuila, Muila, Huila), Ngambwe (Olungambwe), Handa, Cipungu, Cilenge • [Oshiwambo] Oshikwanyama, Kwambi, Mbadja • [Umbundu] Mbalundu • [Yaka] Ngoongo • [Yombe] Mbala (Mumbala), Vungunya (Kivungunya, Yombe Classico).•

     

    FERNANDES, João, e NTONDO, Zavoni (2002). Angola: Povos e Línguas, Luanda, Editorial Nzila.

    •HENDERSON, Lawrence W. (1990). A igreja em Angola. Lisboa, Editorial Além-Mar.

  • •LUKOMBO, João Baptista (1997). “Comunidades e instituições comunitárias em Angola na perspectiva do pós-guerra: o caso das populações de origem Bakongo regressados da ex-República do Zaire e fixadas no tecido periurbano luandense”. Ngola: Revista de Estudos Sociais. Vol.I, n.º1. Luanda, Associação dos Antropólogos e Sociólogos de Angola, pp. 251-278.
    •MANIACKY, Jacky (2003). Tonologie du ngangela, variété de Menongue (Angola). München: Lincom. 240p.
    •MARQUES, Irene Guerra (1985). Algumas Considerações sobre a Problemática Linguística em Angola, Luanda, INALD.
    •PEREIRA, Luena Nascimento Nunes (1999). Os regressados na cidade de Luanda: um estudo sobre identidade étnica e nacional em Angola. Dissertação de mestrado em Antropologia Social. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo.

     

About these ads

Responses

  1. Oi Filomena!
    Adorei o seu artigo!
    Abraços.
    Augusto

  2. As lundas sul, norte, muxico. É rica com muitos recursos naturais entre diamante, peixe florestas…..

  3. o que são os nyanecas?

  4. Obrigada Filomena e mais uma vez queira receber os meus parabéns.


Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Categorias

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 2.318 outros seguidores

%d bloggers like this: