Zoologia


Informo que convidámos o Doutor Manuel Catanho para coordenar esta secção, esperando que o nosso Grupo e blogue com isso se enriqueça e que haja também contributos de outros aderentes do Grupo.

Bem-haja!

Responses

  1. PALANCA NEGRA GIGANTE

    A Palanca Negra Gigante é uma rara subespécie de antílope, endémica de Angola, apenas encontrada na Província de Malanje, área do Parque Nacional de Kangandala, criado em 1963, com uma extensão de apenas 63 mil hectares, sendo este o parque mais pequeno do Pais. Incluem-se, nesta área, para além da palanca nega gigante: a palanca vermelha, a quissema, a sitatunga, o nunce, o golungo, o bambi, o seixa, o javali, o porco do mato e muitos mais.

    A palanca negra gigante é considerada o mais belo antílope do mundo pela sua atractiva elegância.

    Distingue-se pela longura de seus cornos que atingem o comprimento de 1,65 metros e pelas características das manchas brancas na cabeça. A cor preta é dominante, no macho, na idade adulta.

    Segundo a mitologia africana, a palanca simboliza: beleza, vivacidade, velocidade…

    Depois da independência, Angola passou a adoptar este belo animal como símbolo nacional:
    – O logotipo da Companhia Aérea de Angola, a TAAG, ostenta a cabeça da palanca negra gigante (um macho adulto).
    – Algumas notas da moeda nacional têm este símbolo impresso.
    – A selecção de futebol, angolana está representada pelo símbolo da palanca negra “Os Palancas Negras” .
    – A mascote do CAN (Taça das Nações Africanas Orange Angola 2010) também é apresentada “Palanquinha”.

    A Palanca Negra Gigante, tem o nome cientifico de (Hippotragus niger variani), dado em honra ao seu “descobridor” Frank Varian, engenheiro belga ao serviço dos Caminhos-de-Ferro de Benguela.
    Frank Varian viu, pela primeira vez, este belíssimo antílope, no ano de 1909 e, posteriormente, em 1916, foi registado e reconhecido pela ciência.

    Supôs-se durante bastante tempo que, devido a guerra, esta espécie tivesse ficado extinta. Mas em Março de 2005 um grupo do “Centro de Estudos e Investigação Científica (CEIC) da Universidade Católica de Angola (UCAN)” tendo como líder o Dr. Pedro Pinto Vaz, que é Director Luso-Angolano da Fundação Kissama, foram obtidas provas, registadas em fotografias, de uma manada, no Parque Nacional de Cangandala situado a sul de Malanje. Estas provas vieram trazer tranquilidade a todas as inquietações. Contudo, cientistas não deixam de considerar a Palanca Negra Gigante em perigo crítico de extinção.

    Filomena Gomes Camacho

  2. POR FAVOR !!!…
    SOU ANGOLANO, DE LUANDA E, GOSTARIA DE PODER VOTAR NA ELEVAÇÃO DOS FLAMINGOS ROSA DO LOBITO E DA PALANCA NEGRA DE MALANGE A PATRIMONIO MUNDIAL… COMO FAZÊ-LO ???… TENHO MUITOS AMIGOS VIRTUAIS ANGOLANOS QUE IGUALMENTE O QUEREM FAZER… POR FAVOR, PUBLIQUEM MENSAGEM OU OUTRA FORMA NO MEU MURAL DO FACEBOOK, COMO PROCEDER…
    OBRIGADO !!!…
    ROGÉRIO MARTINS RODRIGUES
    (SEI QUE DE MOMENTO OS FLAMINGOS NÃO ESTAO PREVISTOS)
    TENHO ANGOLANOS(AS) AMIGOS, NO ESTRANGEIRO, TAMBEM… AO TODO, SAO CERCA DE 500 E, ESTAO INTERESSADISSIMOS)


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: