Publicado por: Filomena Barata | Outubro 27, 2011

Álvaro Silva, Por onde andas tu?

 
Por andas tu
oh flor benfazeja
oh luz da minha alma?Procuro nos sussuros do vento
… Procuro na escuridão
procuro na lua e nas estrelasMeu mundo é vazio
Meus desejos são ais
suspirados ao vento
Meus sentires se perdem
na imensidão do desalento.

Por onde andas tu
oh flor da minha vida
oh rainha da minha existência.?

Perco -me nesta inércia
que o tempo não acaba
vegeto na intemporalidade
deste tempo
procurando o meu mundo
Por onde andas tu?

Saiu assim, espontaneo como sempre, …

Álvaro Silva.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: