Publicado por: Filomena Barata | Agosto 3, 2011

Álvaro Silva, Amigos

Alvaro Silva
Amigos

Sou assim,
queria poder ter-vos
na lembrança, sem o esquecimento dos tempos amorfos
queria poder miscegenar
a portugalidade da minha alma,
na angolanidade deste meu sentir,

sou assim
este que sente o Portugal distante
e vive a Angola presente,
no Portugal distante
fica o amor e a saudade,
nesta Angola presente, vive-se a vontade
de tornar mais próximo o amor e a saudade.

Sou assim
este que sente um Portugal,
no misto da angolanidade que me vai na alma
sinto Portugal,
sinto Angola,
sinto meus amigos de Portugal
sinto os meus amigos de Angola
de Portugal a portugalidade,
no fado
nas vielas de Alfama,
no sabor da ginginha,
no fandango
e nos bailairicos da aldeia
de Angola a angolanidade,
no funge e na moamba
no semba e no rumba
no sabor do maboque e do cajú
no beijo da mulata

Neste sentir de emoções
minhas sensações destes miscegenados sentires
se confundem com a portugalidade de sentir
com a angolanidade do meu ser.

Saiu assim ,meus amigos….espontaneo como sempre… sem prumos nem arrumos como de hábito… aos critcos estendo minha mão… aos complacentes o prazer do comentário didáctico.

Álvaro Silva. Alto Dondo 03 de Agosto 00.h17.
há cerca de uma hora ·GostoNão gosto · ·Cancelar subscriçãoSubscreverAlipio Mendes, Manuela Freitas e 2 outras pessoas gostam disto.

——————————————————————————————————————–

Filomena Barata: Sou como tu, de outra cor apenas, ou será defeito do écran? Sinto nas veias, noite fora, o mesmo que tu. Danço só, ouvindo a rebita lá fora. Mas sei que, em alguns dias, com ela mora o fado tangente, sofrido, porque não? O vinho tragago a desoras. E o silêncio nas mãos. Sou como tu meu irmão. nas ruelas, nas vielas, com ou sem alcatrão.

Filomena Barata: Sei tão bem como tu que eu estou aqui e tu aí: um passo de um gigante que se torna tão pequeno num poema a quatro mãos.

Alvaro Silva: Fantástico Mena, esta tua forma de escrever nesse teu lindo português encanta quem te lê.

Alvaro Silva Obrigado , minha amigaa

Felipe Sertã Sensacional Alvaro , SENSACIONAL !!

Filomena Barata Amigo, irmão, da mesma luta, fainas diferentes serão. Não sei se cavas tu ou se cavo eu. Na tua mão um sacho, na minha a catana. Usamo-las apenas para o que tiver que ser semeado. Gumes rombos serão para o que tiverem que matar. Mano, olá, aqui nesta rua mora o fado, mas ele tange a guitarra como aí as marimbas.

Nando Neves A Mena está como o vinho do Porto: imparável, doce e voluptuosa, mas, meu querido Alvaro Silva, no teu poema, onde queres chegar com “o beijo da mulata”? Sem rodeios…

Alvaro Silva No sabor da angolanidade

Alvaro Silva tal como no beijo da ginga o sabor da portugalidade

Alvaro Silva ginja

Alvaro Silva foi sem rodeios, meu amigo…

Nando Neves Descukpa, Alvaro Silva, sem rodeios…no contexto do teu poema, porquê mulata e não negra?

Alvaro Silva Porque a mulata é o fruto do cruzamento de duas raças que se encontram na vida

Alvaro Silva sem rodeios

Alvaro Silva e sem rodeios a angolanidade não está só conotada com a raça negra, como por certo deve saber meu amigo, poderia ser branca ou não?

Alvaro Silva Minha mulher é branca e de Angola, nascida no Cubal,Provincia de Benguela….

Nando Neves Meu querido Alvaro Silva eu estava falando no contexto do teu poema e, por favor, abole a palavra raça,

Alvaro Silva e minha resposta sem rodeios é dentro do contexto a que se refere meu amigo

Alvaro Silva e quando faço referência a raça nada tem a haver com o aspecto que lhe causa a pele de galinha, é a minha resposta, sem rodeios dentro do contexto do que escrevi angola, portugal, e a mulata como resultado da miscegenação de raças isento de tudo o que possa provocar seja o que for.
há 37 minutos · GostoNão gosto · 1 pessoaNando Neves Meu caro Alvaro Silva não és ignorante, eu Nando Neves não sou erudito, ela Filomena Barata não é presidente da mesa do congresso, há que balizar as coisas, o que está em causa é uma diferente in terpretação de conceitos: para mim, não há raças humanas, o ser humano é um arco-íris: eu, por exemplo, tenho pele clara, olhos verdes, cabelos castanhos, língua vermelha e saliva transparente…

Nando Neves A miscigenação de seres, retiremos a palavra raça, leva, sine quo non, a um branqueamento da espécie humana, segundo teoria de séculos passados, que, obviamente, não se coadunam com os tempos modernos. Felizmente, direi…Obviamente, que há muita sbrancas no sul de Angola, como há negras no norte da Europa, mas tudo isto é fruto da globalização e não da miscenigenação…

Filomena Barata Ora, ora, aí lamento, mas já não me meto.

Alvaro Silva Grato pelo esclarecimento…caro Nando Neves. Talvez eu esteja fora do contexto … obrigado.

Filomena Barata Eu não sei de que cor sou. Vagamente me reconheço nos olhos e nas mãos. Como posso levar isto tudo para o nosso blogue.
há 8 minutos · GostoNão gosto · 1 pessoa
A carregar…
Filomena Barata ‎???? Vou tentar amigos, assim, a jeito da cerzideira da Almirante Reis ou da costureira da Maianga. Venho já.

Alvaro Silva Mena, tal como disse estava aberto a criticas e aos comentários. Este desse nosso erudito amigo, é um e eu agradeço pelo lado do que tenho por ingorante.

Filomena Barata Meus amigos, juro que não me demito da função. Vou levar tudo comigo. E foste tu Álvaro que deste o fantástico tom.

Filomena Barata Dormirei pobre na esteira, mas ainda mais rica com o poema que o Álvaro nos deixou.Filomena Barata Vim fechar a noite num trago de tudo isso. Pois esse brinde nos merece o poema.

Nando Neves Tchim-tchim…

Filomena Barata E este fantástico grupo de todas as cores, vinhos, músicas de Aquém e Além Mar.

Alvaro Silva Obrigado pelo trago

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: