Publicado por: Filomena Barata | Julho 29, 2011

Aloísio Cruz, A propósito do Dia Mundial da Conservação da Natureza

Dia Mundial da Natureza

 

Será que sendo o homem a espécie mais evoluída, consegue “distraidamente”, inconscientemente, estar a trabalhar também para a sua própria extinção? “A partir do século XVII, o ser humano passou a interferir no curso e no ritmo das espécies existentes na natureza. Em menos de um século, o equilíbrio do ambiente foi alterado e a ação predatória humana se transformou em ameaça aos demais seres vivos. Muitos animais e vegetais foram totalmente extintos em razão do “progresso”, enquanto outros estão ameaçados de extinção, como o mico-leão-dourado, a ararinha-azul, as tartarugas-do-mar, o lobo-guará e a onça-pintada, que pertencem à fauna brasileira. De acordo com os cientistas, houve várias extinções em massa, que não foram motivadas pela ação do ser humano, mas em razões da queda de meteoros. A mais expressiva ocorreu há 225 milhões de anos e matou 90% das espécies; outra, há 65 milhões de anos, exterminou os dinossauros e 70% dos seres vivos. Segundo os cientistas que defendem a teoria de ciclos de extinção, estes se repetem a cada 26 milhões de anos. De acordo com os pesquisadores, nenhuma dessas catástrofes naturais se compara à efec

Miradouro da Lua, 2010. Fotografia de Filomena Barata

tuada pelo ser humano contemporâneo, visto ser mais avassaladora devido à sua continuidade. A persistir nesse ritmo, somente dentro de 10 milhões de anos a natureza poderá ser recuperada. O ser humano acelerou, portanto, o processo natural de extinção de espécies animais e vegetais, em nome do progresso. Antes de sua atuação predatória sobre o ambiente, extinguia-se uma espécie a cada 13 meses. Hoje, estima-se que, por dia, 13 espécies desapareçam para sempre.” Não sendo um problema de fácil resolução, penso que apenas caberá a cada um de nós individualmente, tomar medidas para em cada dia contribuir para conservação da natureza e deste belo planeta. Vale a pena pensar nisto!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: