Publicado por: Filomena Barata | Julho 28, 2011

Anabela Silveira, No Musseque

No musseque

O cheiro é penetrantemente fétido

Na água limosamente estagnada

A que um tom verde escuro  cinzento castanho

Conforme as horas do dia

Confere a tonalidade de um pútrido milenar

Milhões de mosquitos voltejam em danças macabras

 

No musseque

As ruas deixaram há muito de ser as ruas

Que imaginamos como ruas

As ruas são buracos como crateras de bombas rebentadas

Buracos plenos de um pó fino fino que inunda os pulmões desprevenidos

Buracos cheios de uma água barrentamente infecta

 

No musseque

As casas não são casas

São aglomerados de tijolo

Nascidos de um chão

Amarelo, algumas vezes

Acastanhado, outras

Argiloso, a maior parte do tempo.

As casas não são casas

São quadrados com imitações de portas e janelas

 

No musseque

As casas têm ferrolhos

Porque a noite é perigosamente escura

E os geradores não afastam as visitas indesejadas

 

No musseque

Os meninos tomaram conta das ruas

Mas também os porcos  as galinhas com pintos algumas cabras e cães

Gatos não

 

No musseque

Os velhos esperam sentados debaixo da árvore sagrada que sobrou

E contam calados estórias de um tempo

Que passado se mantém

 

No musseque

Os homens pingados de cucas repetidamente repetidas

Esperam pelas mulheres e pelo fungi de todos os dias

Que batem até não poderem mais dos braços

Que labutam, afagam, ralham, e protegem a cabeça

De porradas que nunca deveriam ser dadas

 

No musseque

Há odores

Há música

Há dança

Há sexo

Muito sexo

Há vida

Há morte

No musseque

Vive-se

Sobrevive-se

E

Se calhar

Ainda há espaço para o sonho

Quando o corpo dorido

Pede paz.

 

Luanda 20/08/2007

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: