Publicado por: Filomena Barata | Julho 26, 2011

José Jacinto, Gosto do Alentejo

Fotografia Filomena Barata, Julho 2011

José Jacinto
GOSTO DO ALENTEJO

Gosto do Alentejo que ainda me dá o espaço aberto para a minha continuidade andante. Gosto de comer uma perdiz na Coutada, em Grândola. E Melides, às vezes, visitar no tempo frio, depois de almoçar na Rosa do Pato. Gosto das imperiais de Alvalade do Sado, dos torresmos de Beringel, das bifanas de Montemor e Vendas Novas, das sandes de carne assada da Tanganheira, do pão do Cercal. Gosto das chaminés de Sines que me alumiavam o caminho, na vinda para casa do Cercal, sem telemóvel, e me sossegavam ilusoriamente.
Gosto de me sentar na esplanada, no Cercal, olhando o Largo dos Caeiros, e de ver a Rodoviária chegar, vinda de Vila Nova de Mil Fontes.
Gosto da mariscada no Dunas Mil. E das noitadas de maresia.
Em Porto Covo, tento imaginar a música e a Ilha e comer um bitoque, à maneira, na Herdade.
Gosto da Planície que me surpreende depois de passar os pinheiros, os sobreiros, os olivais.
Das vinhas a perder de vista , antes de chegar a Évora, depois das antas e dos cromeleques. Gosto dos cedros e dos ciprestes depois de “A do Pinto”, no caminho para Vila Nova de S. Bento. Gosto da Serra da Adiça, ao longe, no alto, sombreando Ficalho, verde de oliveiras da Vila. Gosto de passar para lá, e ir a Rosal de la Frontera, no outro lado, e regatear na venda do Emílio.

Alentejo levas-me para Sul.
Mas ainda tão longe está o meu Bairro Azul.

José Jacinto

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: