Publicado por: Filomena Barata | Junho 16, 2011

Manuel Castanho, Cobra Cuspideira

 
Cobra cuspideira
Hemachatus hemachatus
Localização geográficaEncontra-se principalmente na zona do sul e sudoeste do Cabo, Estado Livre de Orange, Lesotho, Transkei, Kwazulu Natal, Suazilândia e no sudeste do Transvaal. Também já foram encontrados alguns espécimes nas fronteiras do Zimbabwe e de Moçambique, muito frequente em Angola j…á foram encontradas algumas.

Aspecto
As cores variam normalmente entre o castanho e o preto-acastanhado no topo, com manchas/bandas irregulares em castanho mais claro e brancos-acastanhados.

Parte inferior escura e duas faixas mais claras à volta do pescoço, muito características.

Os adultos atingem 90 a 120 cm em média, mas já se viram espécimes com 150 cm de comprimento.

A cobra-cuspideira consegue “cuspir” o seu veneno e atingir vítimas até 2,5 m de si.

Cabeça curta e aguçada, com grandes olhos pretos.
Veneno
O veneno é neurotóxico.

A cobra-cuspideira costuma apontar à face da vítima e o veneno causa dores horríveis e possível cegueira se entrar em contacto com os olhos.
MordeduraHematoma em muitos casos.
Ciclo de vida
Ao contrário de muitas outras cobras, as cobras-cuspideiras são vivíparas, ou seja, parem crias vivas.

As crias têm em média 15 a 18 cm de comprimento à nascença.

As cobras-cuspideiras geram entre 20 a 30 crias de cada vez.

As crias perdem a primeira pele na primeira hora após o nascimento.

As cobras-cuspideiras recém-nascidas têm já as mesmas cores e bandas à volta do pescoço características da espécie. Também já são capazes de se erguer, recuar e cuspir o veneno.
Hábitos
Preferem viver em pradarias e adaptam-se bem às condições de vida tanto ao nível do mar como a grande altitude.

Nocturnas, mas sabe-se que gostam de apanhar sol durante o dia.

A dieta consiste principalmente em sapos. Em caso de escassez de sapos, caçam pequenos mamíferos, répteis e outros anfíbios.

Quando encurralada, a cobra-cuspideira tem uma capacidade extraordinária de se fingir de morta: deixa-se cair sobre as costas, fica totalmente mole, de boca aberta e língua de fora!Ver mais

Advertisements

Responses

  1. O que posso dizer senão o meu muito obrigado pela explicação técnica que deu.

    Quando saí de Angola fui para a RSA e vivi 9 meses no Estado Livre de Orange, em Betlehem, mas durante esse tempo não vi cobra nenhuma.

    Abraço


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: