Publicado por: Filomena Barata | Março 11, 2011

JOÃO MARIA VILANOVA

Embondeiro, António Rodrigues

Publicado por Eileen Morais Salvação Barreto no Facebook, a propósito do dia 21 de Março – DIA MUNDIAL DA POESIA

JOÃO MARIA VILANOVA

Poeta e advogado angolano, João Maria Vilanova é, de acordo com a convicção de alguns ensaístas e críticos de literatura, o pseudónimo literário de João Guilherme Fernandes de Freitas, nascido em 1933. Contudo, mantêm-se ainda algumas reservas quanto à sua verdadeira identidade civil, na medida em que sempre a manteve com algum… “segredo”. A aceitar esta correspondência entre o poeta Vilanova e o cidadão João Guilherme, podemos afirmar que feitos os primeiros estudos na missão católica de São Paulo, em Luanda, onde frequentou também o ensino liceal, se licenciou em Direito e exerceu a magistratura. Depois da proclamação da independência de Angola, em 1975, veio para Portugal, onde continua a viver sem franquear a sua identidade. Foi funcionário público na região leste angolana e, em 1974, exerceu o cargo de director da revista Ngoma.

Intelectual empenhado e preocupado com o seu país, colaborou em vários suplementos literários e revistas, nomeadamente na revista Cultura, no suplemento “Artes e Letras” do jornal A Província de Angola assim como noutros órgãos moçambicanos e latino-americanos. Em 1971, foi contemplado com o prémio “Mota Veiga” pelo seu livro de poesia Vinte Canções para Ximinha, não tendo comparecido para o receber.

Como poeta da “Geração de 70”, os seus textos germinam numa situação de intensificação da repressão e da censura colonial, numa situação de “ghetto”, que dificultava a circulação dos mesmos. Através de um discurso caracterizado pelo rigor e pela concisão das palavras, discurso mais implícito do que explícito, por força da censura, esses textos, com tiragens muito reduzidas, reflectiam, então, a esperança de uma vitória certa, capaz de conduzir Angola à liberdade. Poesia com uma forte componente ideológica, enquanto espelho do empenhamento do povo, ela exalta a euforia revolucionária e a reconstrução da Pátria totalmente dilacerada.

Ao lado de David Mestre, João Maria Vilanova, que obstinadamente se mantém no anonimato silencioso, é considerado um dos poetas que permite definir em toda a plenitude o chamado “espírito de ghetto”, enquanto espírito caracterizador de uma vivência escondida, marginal, irreverente e inventiva que se projecta para além do período colonial.

A sua obra figura em diversas antologias conceituadas, tais como: Angola Poesia 71; Cancioneiro Angolano (1972); Presença de Ideialeda.Poetas Angolanos (1973); Kuzuela II (1974); Monangola.A Jovem Poesia Angolana (1976); Antologia da Poesia Pré-Angolana (1976); Literatura Africana de Expressão Portuguesa (1976); Poesia de Angola (1976); No Reino de Caliban.Antologia Panorâmica da Poesia Africana de Expressão Portuguesa,II (1976); Textos Africanos de Expressão Portuguesa (1977); e Antologia do Mar na Poesia Africana de Língua Portuguesa do Século XX (2000). São suas as seguintes obras: Vinte Canções para Ximinha (1971) – Poesia.

Fonte da biografia: Wikipedia

Figura também na antologia POESIA AFRICANA DE LÍNGUA PORTUGUESA. Org. Livia Apa, Arlindo Barbeitos e Maria Alexandre Dáskalos. Rio de Janeiro: Lacerda Editores, 2003. Apoio da Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro.

A MÃO DO VENTO NA SAVANA

Que voz perpassa

em teu dorso quando

a noite

passos-de-onça

se aproxima?

Memória de areais

Negras falésias?

Se te escutando

paciente é o trabalhar

de onda.

Eflúvios frémito

um deus muíla que subisse

monandengue

só da raiz do sangue.

ILOMBELOMBE

noite

mãe cega mãe oculta

teu rumor

entre os rumores da xana

onde os carreiros te buscando

não te achavam mais

chegaste

com eu passo incerto

o rosto

sulcado de mil luas

a voz rouca

de kitata vagabunda

e soubeste

oh mãe soubeste

como os corvos tagarelando

nossos despojos

aguardavam sem cessar

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: