Publicado por: Filomena Barata | Março 3, 2011

A província do KWANZA SUL

Abaixo: Porto Amboim. Fotografia David Oliveira. Outubro 2013

Fotografia de Paulo Coelho.
                                             Lagostas e gambas de Porto Amboim, Quanza Sul, fotografia de Álvaro Silva

Porto Amboim, 2010, Fotografia de Filomena Barata

1 – Porto Amboim, 2010, Fotografia Filomena Barata
2 – Aldeia de Pescadores; Kikomo a caminho do Sumbe Fotografia de Fernando Arrais Duarte
CFA- Caminho de Ferro do Amboim
    • Leao Leste Com os trilhos molhados demoravam horas para subirem a caminho da Gabela

Fotografia Filomena Barata, 2010

KWANZA SUL, Publicado por Fernando Arrais Duarte no Facebook



Mapa de Kwanza-sul
Mapa de Kwanza-sul

Libolo, fotografia Álvaro Silva

CAPITAL: SUMBE

Municípios

Porto Amboim, Sumbe, Seles, Conda, Amboim, Quilenda, Libolo, Mussende, Quibala, Ebo, Wako-Kungo, Cassongue, Cela. 12 Municípios e 36 comunas.

Igreja Wako Kungo Fotografia José Cordeiro

Igreja de Wako Kungo. José Cordeiro

Clima: Tropical seco e de Altitude

Superfície: 58 698 Km2, (4,7% do território nacional).

População: 2 294 064 Habitantes, densidade de 39 hab/km2.

Principal Produção

Palmeira Dendém, Algodão, Sisal, Café Arábica e Robusta, Bananas, Ananas, Milho, Arroz, Amendoim, Batata Doce, Citrinos, Ervilha, Feijão, Feijão Cutelinho, Feijão Macunde, gergelim, Plamar, Girassol, Goiabeira, Mamoeiro, Mandioca, Mangueira, Maracujá, Massambala, Plantas Aromáticas, Produtos Hortícolas, Rícino, Soja, Tabaco, Eucalipto, Pinheiro. Fomenta-se a cultura do algodão, do girassol e da soja.

Minérios

Quartzo, Ferro, Mica, Gesso, Caulino, Asfalto, Calcário-Dolomite, Cobre e Cianite, Diamantes, Petróleo, Mica e Níquel. Águas gaseificadas e águas subterrâneas (termais).

Pecuária: Bonivicultura de Carne, Bonivicultura Leiteira, Caprinos.

Indústria

Materiais de Construção, Têxtil, Confecções, Couro e Calçado, Alimentar, bebidas e Tabaco, outros: pesca;

A empresa de maior expressão é a BEBA que se dedica à produção de bebidas espirituosas, sumos, enchimento de água de esa e torrefação de café. Existe uma moagueira e está sendo concluída uma fábrica de rações. Brve uma linha de enchimento de refrigerantes. está em construção uma fábrica de álcool. Metriais de construção, existe uma britadeira (do INEA), algumas serrações e carpintarias, umas fábricas de cal a trabalharem em moldes artesanais e uma fábrica de mosaicos, em curso uma instalação de cerâmica. Visível a actividade no sector de construção civil, hoje aumentada a atuacção de empreiteiras e melhorias nos vínculos empregatícios.

Kwanza-sul
Kwanza-sul

Transporte aéreo é assegurado por três empresas: Angola Air Services(com sede no Sumbe), SAL e INTERTRANSIT. Não existe nenhuma empresa de transporte marítimo. O transporte rodoviário é garantido por 62 veículos pesados de passageiros, 221 pesados de mercadorias, 200 ligeiros de passageiros e 184 ligeiros de mercadorias.

Comércio, com a livre circulação de pessoas e bens, regista-se revitalização geral da rede comercial, incluindo a rural que durante muito tempo esteve desarticulada e dependente de vendedores ambulantes.

Aprovíncia do Kwanza-Sul possui cerca de 178 km lineares de orla marítima, é rica em recursos piscatórios, tanto pelágicos como demersais, sendo igualmente conhecida por um potencial natural de crustáceos, com particular destaque para a lagosta, caranguejo, camarão e gamba. Salienta-se ainda que os rios Longa, Cuvo ou Queve, Cussoi (afluente do Cuvo) e Nhia são ricos em “cacusso e bagre”. Por sua vez, o Longa e o Cuvo é rico em “ostras” de elevada qualidade comercial.

Kwanza-sul
Kwanza-sul

Ensino pré universitário presente em 6 municípios, instalações próprias no Sumbe e Porto Amboim.

Estradas e pontes

A Província é atravessada por dois eixos principais de estradas asfaltadas, um na parte litoral e outro na parte central. Este dois eixos estão ligados por uma transversal, numa extensão de 847 km. Ainda possui uma rede de estradas terraplanadas principais numa extensão de 2.044 km. A estrada entre a Quibala e Mussende aguardam restaurações.

Caminho de ferro

Com 123 km de linha e uma bitola de 0,60m, ligava a cidade portuária de Porto Amboim à Gabela. Além de servir como transporte de passageiros, é importante para o escoamentop de mercadorias provenientes das potenciais zonas agrícolas e cafeícolas do interior da região, faz parte dos projetos de restaurações.

Portos e aeroportos

Em Porto Amboim duas pontes cais, uma pesqueira, pertence à empresa PESKWANZA que presta serviços a outros, e outra comercial. Além destas existe uma ponte pesqueira a concluir , no Sumbe-Kicombo. As cidades de Sumbe, Porto Amboim e Waku Kungo possuem aeródromos. Todos os outros municípios têm pistas de aviação.

Correios e Telecomunicações

Registaram-se melhorias nas comunicações com a instalação do sistema V-SAT da Internet, bem como do sistema telefónico de Discagem Directa Internacional que funciona desde a ocasião da observação do Eclipse do Sol. Na mesma altura, os serviços do INAMET beneficiaram de novos equipamentos.

Turismo

Existem 6 entidades promotoras de espetáculos e divertimentos públicos com 66 centros de diversão pública, sendo 8 centros recreativos e culturais, 3 boites, 6 discotecas, 3 dancings, 8 cinemas, 5 salões de farra e 33 vídeo-games. Possui 14 bibliotecas com freqüência de mais de 1000 leitores por ano, 37 artístas plásticos, 9 grupos musicais,7 grupos teatrais, 20 de danças tradicionais e 37 de dança moderna, 16 grupos corais e 137 músicos.

A Cachoeiras da Binga (cascata ou quedas de água no rio Cuvo) na Conda; a foz do Rio Queve na Chicucula (uma atracção para a pesca desportiva); as pinturas rupestres no Quicombo; a Tokota (águas térmicas-sauna) no Nhime – Conda; a foz do rio Longa (fendas ou cascatas nos morros) em Hogiwa – Porto amboim; e a Lagoa Chinga/Bumba na Kilenda; além das lindas Praias,Passeios
As praias do Quicombo, da Carimba, Chiculcua e do rio Tapado, no Sumbe, e a Praia da Marginal, em Porto Amboim, são boas para banhos.

No Município da Conda, onde também existem também as águas termais e medicinais da Tocota e as quedas de água mais altas da província (com mais de 150 metros) encontram-se no município da Quilenda. No município do Seles existem as águas medicinais da Catanda.

Cachoeiras do Binga. Fotografia Alípio Mendes.

Cachoeiras do Binga.
Fotografia Alípio Mendes.


Fontes de Informação:

http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/angola/kwanza-sul.php#ixzz1z4ocTyUL

http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Kuanza-Sul-a-Prov%C3%ADncia/448267.html

Porto Amboim és Benguela velha-Angola
 Alvaro Silva Aquela construção de paredes brancas(armazéns), eram onde se armazenava o café da CADA, vindo da Gabela atravez do Caminho de Ferro do Amboim.
 
Filomena Barata E o edifício verde a Alfândega, onde tantas vezes fui ter com o meu avô.
Meus queridos amigos.
Aqui no Mussende, nesta época do ano as noites são frias , o vento sopra e zune nas persianas das janelas do lugar onde me albergo.O céu é limpo de nuvem e a escuridão da noite permite-nos ver reluzir na imensidão do firmamento estrelas incontáveis.Algumas obrigam-me a um exercício de memória para nelas tentar ver o que em tempos de menino aprendi, cruzeiro do sul , cassiopeia… , e outros, mas tal exercíco é de facto mais complicado que um problema de análise matemática.Meu olhar se perde na imensidão desse céu ponteado de luzes que fazem minha mente viajar para mundos de sonhos. Um luz incandescente cruza de repente o céu ao alcance da minha visão , qual um foguete rasgando o firmamento e na minha ignrância de astromomia , digo para mim mesmo , um meteorito,… será? Um sorriso que a noite esconde, e como testemunho o silêncio da noite fria, faz-me sentir a solidão … e só a alegria pelo jogo fantástico da selecção Portuguesa, na convicente vitória sobre os Holandeses, me alegra a alma e dão-me uma satisfação imensa… e não posso negar que senti uma alegria dupla e com um certo sabor de vingança , pelo que os holandeses sempre fizeram a este pobre ou aquele rico Portugal…Perdoem-me meus amigos , mas assim senti e assim escrevo de forma espontanea sem aprumo nem arrumos e convosco aqui partilho. Estamos.Juntos.

Mussende,18 de Junho 2012- 00.h54.

Alvaro Silva Mussende é um Município que pertence a Provincia do Cuanza-Sul e faz fronteira com o Provincia do Bié, no Municipio de Calucinga e com Malange no Município da Cangandala (Terra da nossa Palanca Negra).

    • .

      • Emilia NaveAna Portugal e Elisa Diogo gostam disto.
        • Pedro Moreira Campos Por do sol no Cassongue Kuanza Sul

          • Ana Portugal e Dora Batista gostam disto.
            • Pedro Moreira Campos Entrada de fazenda no Cassongue Kuanza Sul

            • Alvaro Silva

              Sim um Lugar muito bonito. Tchipepe. Ahanra (Pradaria) com campos a perder de vista com, muita água e capim natural para pasto, um lugar paradisíaco, sobretudo pelo clima com temperaturas baixas na época do cacimbo, lugar proprício para a criação de gado de corte e leiteiro.è precisamente neste lugar onde vi o mais lindo por do sol da minha vida. Pode até parcer infantilidade da minha parte ,mas não me coibo de comentar que na altura em que vi o por do sol nesse lugar e não foi assim há tanto tempo , recordei-me das imagens do Filme Giants com James Dean , pela semelhança da paisagens em determinadas passagens do filme. Um abraço e obrigado pela Partilha.


                •  Pedro Moreira Campos ‎( cabeça do Soba) Cassongue Kuanza Sul


                  Zé Castro Voto nesta…
                  Todas as fotos são belas…Mas esta,é o mundo que se encolhe num pôr do sol…Falando-lhe ao ouvido,o Sol despede-se da Pedra,cobrindo-a com uma manta de silêncio….enquanto arranca do sangue do chão uma sombra,como se preparasse o leito para se deitar ao lado da sua Pedra Grávida…E com a mão cansada da fadiga do dia,dizendo adeus,permite que eu guarde a sua luz na singular caixa dos meus olhos…E tudo dorme,tudo se mantém definido e constante…excepto o silêncio, pisando o tempo…

Filomena Barata  Acidente geologico de Kicombo.

 Esta foi a paisagem seleccionada para representar o Kuanza Sul.
 

Alipio Mendes Rio Keve e Cachoeira

 

    • ‎”Pedra do Sino” – Assim chamada porque quando se bate com outra pedra em cima produz um som igual ao de um sino que se propaga por vários Km. Municipio do Cassongue, Cuanza Sul.
      "Pedra do Sino" -  Assim chamada porque quando se bate com outra pedra em cima produz um som igual ao de um  sino que se propaga por vários Km. Municipio do Cassongue, Cuanza Sul.
       Pedra do Sino Fotografia José Cordeiro
      Pedra do sino. Quando se bate com uma pedra (como a que está junto aos pés do menino em cima do lado direito) produz um som semelhante a um sino que se propaga por vários km.
      Fotografia: José Cordeiro
      • Alvaro Silva Conheço, bem , já nela toquei vezes sem conta , fica da Estrada que liga Cassongue a Stº. António do Dumbi, Cuanza-Sul.
      • Josefino Manuel Correia Também conheço! Vivi em Cassongue na decada de 60! Fui muitas vezes á missão Catolica do Dumbi, para ajudar o Cónego que tinha lá um internato de crianças….
      • Alvaro Silva Julgo que se chamava Morais ou Moreira ?? não tenho bem a certeza. Na altura ainda padre. Casou os meus pais na Amboiva, baptizou-me e ao meu irmão e casou tbem os meus padrinhos de Baptismo.
      • Josefino Manuel Correia Alvaro, já não me recordo bem. Mas o Sr. Cónego rezava missa em Cassongue, no Colégio das Madres em Vila Nova do Seles e também penso que na Ambuiva. Foi lá que eu fiz o meu exame da 4ª classe oficial, pois minha mãe foi minha professora e tive que fazer exame na escola oficial em 1958. Eram três os elementos do júri do exame.
      • Josefino Manuel Correia No regresso da Ambuiva dar a noticia ao Sr. Cónego e ele deu-me um santinho como prémio….
      • Josefino Manuel Correia Ah! Já me lembro, era o Sr. Cónego Moura!
    • Pôr do sol no Cassongue (dia 13/2/2013)

      Foto

      Pôr do Sol ontem por estas bandas…

    Igreja de Samba Caju. Fotografia de Alípio Mendes. ALBUM DO KUANZA SUL. Em Angola em Portugal; Portugal em Angola (Fotos) · Filomena
    Fotografia: Sérgio Coelho. Este morro vê-se de um ponto da estrada que vai para a Conda, no sentido Gabela e ou Sumbe , Conda.

    Fotografia: Sérgio Coelho.
    Este morro vê-se de um ponto da estrada que vai para a Conda, no sentido Gabela e ou Sumbe , Conda.

    Entre o Cruzamento do Cassongue e o Cassongue. Fotografia José Cordeiro

    Entre o Cruzamento do Cassongue e o Cassongue. Fotografia José Cordeiro

    Fotografia José Cordeiro

    Fotografia José Cordeiro


Responses

  1. […] para com enlevo anelante embalar minha alma em sonhos de ventura. Varito Porto Amboim, 01-10-2013 Ver também https://aeppea.wordpress.com/2011/03/03/kwanza-sul/ Porto Amboim, Setembro 2013. […]

  2. Aminha provincia é linda jelson


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: