Publicado por: Filomena Barata | Maio 28, 2009

>Paroles, son sempre paroles d’amore: à Paulinha

>


À Paula que também é do Maio meu.

Como há exactamente um ano atrás não foi possível contactar um grande amigo meu, nem ele a mim, por motivos relacionados com perdas temporárias de rede na Madeira, tendo-me apenas conseguido enviar esta fotografia através de um pombo correio que a trazia com uma mensagem a acompanhar, aqui a edito, de novo, mas, desta vez, para a oferecer à Paula Lourenço que também é do Maio meu, porque com ela aconteceu este ano exactamente o mesmo, no dia do seu aniversário. Para que a consiga ver quando no Funchal as redes estiverem melhores.

À ela, Ana Paula Lourenço, pelo humor que consegue pôr em tudo, mesmo nos dias difíceis ou em que, quase afónica, consegue fazer o seu programa «Falar de Saúde» na Rádio Funchal.

Para ti um ramo de flores.
Anúncios

Responses

  1. >eu vou fazer com que entendas , juro

  2. >por lapso escrevi chegas em vez de chegar.Aproveito, no entanto, para te dizer que vou tentar entender melhor os segredos da tua flor.

  3. >Julgo reconhecer essa bela flor.Boa maneira arranjou o teu amigo para fazer chegas a mensagem.Vou aprendendo como pode ser complexo este mundo virtual.Vais ver o mar?


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: