Publicado por: Filomena Barata | Setembro 29, 2008

Filomena Barata, Esta Lisboa e este Tejo que eu amo

>

>

Quero ver-te ao entardecer
e sossegar o meu Luar
depondo a lâmina, a espada ou o uivo
somente com as tuas águas adormecer

Anúncios

Responses

  1. >a ti sim, reconheço o nome e o cheiro de infância … amplas terras que nos viram nascer. Um dia nos encontraremos a tentar ainda lembrar a “Filosofia” que julgávamos estar a aprender!Um dia haverá tempo para esse reencontro, prometo.

  2. >Olá, beijinhos.É sempre um prazer rever-te e reler-te.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: