Publicado por: Filomena Barata | Julho 10, 2008

Poesia, Alberto Caeiro (pub. por Filomena Barata)

>
Medo da morte?
Acordarei de outra maneira,
Talvez corpo, talvez continuidade, talvez renovado.
Mas acordarei.
Se até os átomos não dormem, por que hei-de ser eu só a
dormir?
A.C.
in Diário 2008
, Assírio & Alvim


Responses

  1. >Olá MenaEntendi que voltará a Évora. Mas já viu a Antologia Experimental?R.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: